quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Saber fazer perguntas

Esta enorme pintura mural do artista renascentista italiano Rafael, intitulada A Escola de Atenas, representa os maiores filósofos da antiguidade em animada discussão. O encontro de filósofos descrito na história de Ned Markosian seria algo parecido a isto.

Um dos aspectos mais importantes da actividade filosófica é fazer as perguntas certas. Ao contrário do que muitos possam pensar, saber fazer perguntas é frequentemente tão ou mais difícil do que dar boas respostas.  Até porque as respostas dependem das perguntas e perguntas desinteressantes ou mal formuladas costumam ter como resultado respostas também elas desinteressantes e insatisfatórias. Num certo sentido, o bom filósofo é como o bom detective; é aquele que procura fazer as perguntas certas para atingir o seu objectivo, que é chegar à verdade. 

Esta pequena e interessante história inventada pelo filósofo americano Ned Markosian mostra bem como fazer boas perguntas não é uma tarefa fácil. 

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Novo blogue: cinema e filosofia


É possível aprender filosofia vendo cinema? Carlos Café, professor de Filosofia desta escola há vários anos, diz que sim e mostra como no blogue que acabou de criar precisamente para esse efeito. O novo blogue chama-se a filosofia vai ao cinema. E nós queremos ver a filosofia ir ao cinema e, já agora, aproveitar a boleia. Questões Básicas saúda o novo blogue de Carlos Café e deseja-lhe uma longa metragem vida. 

De regresso

Questões básicas está de regresso e com nova cara. Esperemos que gostem. Em breve actualizaremos também as ligações.

Aproveitamos também para desejar um bom ano lectivo a todos. E estamos sempre abertos às vossa colaboração, pois não há filosofia sem debate e discussão aberta das diferentes ideias. A filosofia não é uma coisa que se faz em solidão, como alguns pensam; exige uma comunidade de pares críticos e intelectualmente activos. Aliás, apresentar as nossas ideias para avaliação crítica dos nossos pares é um aspecto fundamental de toda a aprendizagem e não apenas da aprendizagem filosófica.